Feeds:
Posts
Comentários

Archive for setembro \02\UTC 2011

Image Hosted by ImageShack.us

O cinto é utilizado por homens e mulheres desde a idade do Bronze, aproximadamente 3.000 anos a.C.

Da segunda metade do século XIX até a Primeira Guerra Mundial, o cinto era tanto uma peça decorativa bem quanto parte dos uniformes militares, particularmente entre os Oficiais. Nas Forças Armadas da Prússia, Rússia Czarista e outras nações orientais, os Oficiais usavam o cinto do lado de fora do uniforme para segurar o sabre e para desenhar a cintura, dando ao usuário uma silhueta característica da época: ombros largos e peitoral elevado. Essa prática, considerada necessária para garantir imponência, acabou se tornando popular entre os soldados da Frente Ocidental.

Nos anos 20, os homens passaram a usar o cinto apenas para sustentar as calças na altura dos quadris. Já na metade dos anos 90, o cinto desceu ainda mais, fazendo surgir uma prática conhecia como sagging. O sagging consiste em usar calças abaixo dos quadris, sendo sustentada por um cinto bem apertado, revelando parte da roupa íntima masculina. A partir de 2011, essa prática saiu de moda.

Image Hosted by ImageShack.usImage Hosted by ImageShack.us
Image Hosted by ImageShack.us

 

Na moda feminina o cinto é bastante usado para definir a silhueta, que muda de época em época.

Image Hosted by ImageShack.us

Linha do tempo de silhuetas femininas e masculinas


Na década de 1850 o cinto costumava ser feito com o mesmo tecido do vestido ou saia. No final do século XIX, por influência do art nouveau, cinto com fivelas decorativas tornaram-se populares.

Image Hosted by ImageShack.us

1854-1942

Image Hosted by ImageShack.us

1910

Image Hosted by ImageShack.us

1905

Após a Segunda Guerra Mundial, os cintos ficaram mais largos com a intenção de se adaptar ao New Look de Christian Dior (busto suave, cintura marca e quadris adornados com saias amplas e cheias de camadas), popular na década de 50.

Tendências

Anos 60 – cintos de couro, de plástico e de corrente douradas foram uma febre, e houve uma breve tendência de uma versão do cinto de caubói com fivela grande.

Anos 70 – cintos de estilo masculino geralmente de couro em larguras e modelos diferentes; os de couros vibrantes tiveram especial popularidade.

Anos 70/80 – a influência dos estilistas japoneses na moda suscitou a tendência de cintos enrolados várias vezes em torno do corpo.

Anos 90 – cintos de borracha, plástico, camurça, metal, couro, ouro e tecido de shapes que iam dos que se assemelhavam a espartilhos reduzidos, feitos com barbatanas e entremeios de elástico até os mais finos.

Anos 2000 – cintos de estilo retrô, new look, faixas amarradas, obis, cintinhos reduzidos de verniz, revelando uma tendência: – a cintura alta e bem marcada. Não é mais importante que o cinto segure a roupa na cintura, mas que seja um item de acessório para chamar atenção e complementar a vestimenta.

 

Fontes: Wikipédia, Jornal Matéria Prima e Vc na Net.

 

VEJA TAMBÉM:
Tendência de cintos Primavera/Verão 2012
Consultoria de Cintos
New Look Dior

Read Full Post »

Image Hosted by ImageShack.us
Filhas de Gaia – Primavera/verão 2012

MODELOS

Os cintos com lacinho, prateado, dourado, de oncinha, etc voltarão com tudo em 2012”. A novidade são os cintos na versão máxi (com amarração) e em tecido. Se está sem idéias não se preocupe, separei uns modelos super legais para você!

Não sabe nada sobre cintos, mas está desesperada para usar?? Então clique aqui e leia a consultoria!

Cintos verão 2012

MODOS DE USAR

– “Ué…está amarrado”…Isso mesmo! Moda no verão 2011 os cintos com um nozinho estarão super em alta!
Como usar? O nó pode ser do mais sério (looks mais comportados) até o mais ousado (looks para passeio); se você for do tipo hiper discreta e quiser aderir à tendência, transpasse a ponta do cinto pela cintura, deixando-a pendurada.

Image Hosted by ImageShack.usImage Hosted by ImageShack.usImage Hosted by ImageShack.usImage Hosted by ImageShack.usImage Hosted by ImageShack.usImage Hosted by ImageShack.us

BJSSS!

Fontes: Diva diz e Portal da Mulher Negra .

VEJA TAMBÉM:
Consultoria de cintos

Read Full Post »

Cintos

Image Hosted by ImageShack.us

Uma peça tão mínima e esquecida por muitas mulheres pode fazer muita diferença! Os cintos estão em alta e com eles estão o charme e a feminilidade. Quer aderir a esse acessório, mas não sabe como? Então aí vai uma aulinha 😉

QUAIS OS TIPOS DE CINTO?

De elástico

O cinto de elástico é ideal para dar forma a batas e vestidos que sejam muito soltinhos.

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.usImage Hosted by ImageShack.us
Coloridos e texturizados

Cintos coloridos, estampados, texturizados, com aplicações e etc, são acessórios decorativos. Para as mais clássicas, use em um look monocromático ou com a mesma estampa do cinto. Para as mais ousadas, use cores e detalhes que “conversem” com a roupa que está usando, como nos exemplos abaixo.
Image Hosted by ImageShack.usImage Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Discreto

Esses servem quando tem uma função no look, como acinturar um vestido soltinho, segurar uma calça que está larguinha ou arrematar um cós quando a blusa estiver sendo usada por dentro. Para enfeitar, os coloridos e texturizados são os mais indicados.
Nesse grupo se encaixam os de couro, liso, sem texturas e em tons neutros como marrom, preto ou bege. O tom nude é o mais escolhido por quem curte um look mais clássico e fica discreto mesmo sobre uma roupa preta.

Largo

Para as magrinhas e altas ficam perfeitos! (Ver “No quadril”).
Como o cinto largo “esconde” uma boa parte do torso, a silhueta encurta. Logo, mulheres com seios muito grandes ou com o corpo no formato triângulo invertido (tronco largo e ombros mais largos que os quadris) não devem usar esse tipo de cinto, pois ele dará a ilusão de tronco ainda mais largo e seios maiores.

Com várias voltas

Comprido, esse modelo permite que uma volta fique justa ao corpo, enquanto a outra fica mais soltinha.

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Fino

Cinto fino é usado para marcar a cintura em corpos retangulares, se você já tem a silhueta naturalmente delineada, cuidado com esse tipo de cinto, pois corre o risco de criar ilusão de quadris maiores.
É mais usado com roupas que já são justas ou para destacar peças de cintura alta e marcada. Também fica lindo com cardigan.

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Médio

Serve para segurar aquela barriguinha fora de forma. Mas tome cuidado! Não aperte demais para não deformar a silhueta. Suas cores devem ser do mesmo tom da roupa ou bem próximo para não chamar atenção para o local que a gente quer esconder.

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

DE OLHO NA FIVELA…

A fivela super discreta não serve como um detalhe forte, mas a fivela decorada, de metal, colorida, com aplicações e em formas interessantes funciona como um acessório. Cuidado com cintos chamativos com fivelas chamativas, pois o look poderá ficar carregado.

JEITO CERTO PARA O CORPO CERTO
Onde usar o cinto? Na cintura ou no quadril?

Na cintura

  • Para quem tem corpo retangular (medida do ombro é igual à medida da cintura e do quadril), marcar a cintura no meio do corpo é ótimo pra criar ilusão de curvas. Se for muito magra, use no cós da calça.
  • Quem tem perna mais curta e o tronco longo pode marcar a cintura no lugar ou deslocar o cinto um pouquinho mais pra cima, mas tome cuidado para a blusa ou vestido não inflar na região dos seios.
  • Para quem tem o corpo no formato pêra (ombro menor que o quadril) o ideal é usar na cintura ou um pouco mais acima, logo abaixo do busto. Apenas tome cuidado para que a blusa não seja feita de um tecido muito estruturado, porque na hora de colocar o cinto por cima da blusa, pode-se acabar formando um “sino” bem na região do quadril fazendo-o aumentar!
  • Quem é muito baixinha deve evitar usar cintos MUITO largos, pois eles “cortam” o tronco, por isso prefira os médios ou mais fininhos.

No quadril

  • Quem tem seio maior e ombro mais largo (quadris estreitos!) pode usar à vontade o cinto mais para baixo
  • Quem tem o torso mais curto pode usar e abusar, pois o cinto lá embaixo acaba “deslocando” a cintura pra região do quadril e alongando o torso.
  • Quem é alta também pode aderir ao cinto no quadril.

CINTO TEM QUE COMBINAR COM A BOLSA E O SAPATO?

Hoje em dia? Não mais, o cinto, o sapato e a bolsa devem conversar com o look todo, e não terem mesma cor.

AFINAL DE CONTAS, ONDE FICA A CINTURA?

Muita gente acha que a cintura fica na altura do umbigo, na verdade, a cintura fica um pouco acima. Dificuldades? Fique de frente para o espelho e identifique na sua silhueta a parte mais fina do tronco, aí está sua cintura!

Bjsss!!

Fonte: M de mulher, Das gurias, Oficina de estilo, CGN, Blog legal e Fique nobre.


Read Full Post »