Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘como usar’

Image Hosted by ImageShack.us

Já que falei sobre a história e o modo de uso, agora vou falar da tendência das espadrilhas para o verão 2012! Vou citar aqui os cincos desfiles que apresentaram nosso tema nos pés das modelos no Rio de Janeiro,  São Paulo e Sul. Vamos começar?

NEW ORDER

Image Hosted by ImageShack.us

A New Order desfilou espadrilhas com saltos altíssimos, onde na metade de trás era composto de madeira e a metade da frente de corda. Usadas em conjunto com um estilo esportivo, as sandálias entraram no clima e vieram com solas iguais as das chuteiras. O cabedal (parte superior) veio bi ou tricolor.

Quer ver o review completo? Clique aqui

NICA KESSLER

Image Hosted by ImageShack.us

As sandálias vieram amarradas com corda náutica da ponta do dedo ao tornozelo. O solado veio nas cores dourado, bege e madeira, seguindo o estilo navy da coleção.

Quer ver o review completo? Clique aqui

SALINAS

Image Hosted by ImageShack.us
Trouxe espadrilhas com amarração em tecido ora estampado com a calçada de Copacabana acompanhado da cor preta ou branca, ora colorido com estampas de várias cores misturadas. O salto veio baixo e uniforme.

Quer ver o review completo? Clique aqui

TOTEM

Image Hosted by ImageShack.us

Um único estilo predominou: o tênis veio tanto para dia quanto para a noite nas cores prateada, azul marinho, vermelho e bege.

Quer ver o review completo? Clique aqui

AFGHAN

Image Hosted by ImageShack.us
As estampas vieram com o tema da flora brasileira ou em tom neutro com amarração no tornozelo.

Quer ver o review completo? Clique aqui

ANLÉ

Image Hosted by ImageShack.us
A Anlé apresentou espadrilhas sem salto com amarração de corda no tom cru no tornozelo, a parte da frente veio com paetês nas cores branco e dourado.

Quer ver o review completo? Clique aqui

BELMONDO

Image Hosted by ImageShack.us

Trouxe a espadrilha fechada com cadarço em tom neutro e com salto Anabela.

Quer ver o review completo? Clique aqui

CAVENDISH
Image Hosted by ImageShack.us

Inspirada na América do Sul, a grife trouxe espadrilhas sem salto, bicolores com amarração em fitas de cor forte ou fechadas com cadarço ora neutras, ora coloridas, mas com estampas étnicas.

Quer ver o review completo? Clique aqui

MARY ZAIDE

Image Hosted by ImageShack.us
Com base minimalista, as sandálias vieram com efeito trançado e salto Anabela de cortiça.

Quer ver o review completo? Clique aqui

Fotos: FFW e HiperFashion

Anúncios

Read Full Post »

Image Hosted by ImageShack.us

Me diga um sapato da época de primavera/verão. Aposto que surgiram na sua mente aquelas sandálias lindaaas de corda que quando a gente vê dá vontade até de ir a praia não é? Para você que enlouquece só de pensar em como usá-las, aqui vai uma aulinha.

QUAIS OS TIPOS DE ESPADRILHAS?

 Segue abaixo a foto de alguns tipos, a mais popular é a de salto Anabela.

Image Hosted by ImageShack.usImage Hosted by ImageShack.us
Image Hosted by ImageShack.us
Image Hosted by ImageShack.usImage Hosted by ImageShack.usImage Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us
Image Hosted by ImageShack.us
Image Hosted by ImageShack.us

MODOS DE USAR

As espadrilhas são bem democráticas, podem ser usadas com várias peças de roupa como jeans, todos os tipos de calça, saias de qualquer comprimento, shorts, vestidos de tons neutros e modelagens básicas e vestidos despojados, etc.

Uma dica legal para descontrair o look é dobrar a barra calça como mostra em uma das fotos mais abaixo. Quando usadas com jeans, vale à pena combinar com camisetas básicas e camisas de tecido leve.

Se você gosta de algo mais romântico, use-as com estampas de flores ou poás.

E já que as espadrilhas são a cara do verão, vale lembrar que elas simplesmente adoram o estilo Navy, portanto, sinta-se a vontade para usar e abusar das listras, do azul marinho e do vermelho!

ATENÇÂO! Esse tipo de sandália não costuma se dar bem com roupas sociais ou de inverno, então meninas, cuidado!

JEITO CERTO PARA O CORPO CERTO

– Para as baixinhas: cuidado com as tiras muito grossas em volta da perna, pois achatam a silhueta tornando-a menor do que já é. Para alongar, prefira os modelos próximos ao tom da sua pele.

– Para as de panturrilha grossa: se não quer chamar atenção para essa parte do corpo, evite os modelos de amarrar.

Image Hosted by ImageShack.us

Saias longas

Image Hosted by ImageShack.us

Saias curtas

Image Hosted by ImageShack.us

Short jeans

Image Hosted by ImageShack.us

Shorts variados

Image Hosted by ImageShack.us

vestidos florais e básicos

Image Hosted by ImageShack.us

Vestidos estampados e lisos

Image Hosted by ImageShack.us

Calças

Image Hosted by ImageShack.us

Macaquinho, macacão e jardineira

Bjssss!

Fonte: Tá usando tem na Flavio’s, Moda e Beleza, Imagine Blog, e Look Book

Read Full Post »

Cintos

Image Hosted by ImageShack.us

Uma peça tão mínima e esquecida por muitas mulheres pode fazer muita diferença! Os cintos estão em alta e com eles estão o charme e a feminilidade. Quer aderir a esse acessório, mas não sabe como? Então aí vai uma aulinha 😉

QUAIS OS TIPOS DE CINTO?

De elástico

O cinto de elástico é ideal para dar forma a batas e vestidos que sejam muito soltinhos.

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.usImage Hosted by ImageShack.us
Coloridos e texturizados

Cintos coloridos, estampados, texturizados, com aplicações e etc, são acessórios decorativos. Para as mais clássicas, use em um look monocromático ou com a mesma estampa do cinto. Para as mais ousadas, use cores e detalhes que “conversem” com a roupa que está usando, como nos exemplos abaixo.
Image Hosted by ImageShack.usImage Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Discreto

Esses servem quando tem uma função no look, como acinturar um vestido soltinho, segurar uma calça que está larguinha ou arrematar um cós quando a blusa estiver sendo usada por dentro. Para enfeitar, os coloridos e texturizados são os mais indicados.
Nesse grupo se encaixam os de couro, liso, sem texturas e em tons neutros como marrom, preto ou bege. O tom nude é o mais escolhido por quem curte um look mais clássico e fica discreto mesmo sobre uma roupa preta.

Largo

Para as magrinhas e altas ficam perfeitos! (Ver “No quadril”).
Como o cinto largo “esconde” uma boa parte do torso, a silhueta encurta. Logo, mulheres com seios muito grandes ou com o corpo no formato triângulo invertido (tronco largo e ombros mais largos que os quadris) não devem usar esse tipo de cinto, pois ele dará a ilusão de tronco ainda mais largo e seios maiores.

Com várias voltas

Comprido, esse modelo permite que uma volta fique justa ao corpo, enquanto a outra fica mais soltinha.

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Fino

Cinto fino é usado para marcar a cintura em corpos retangulares, se você já tem a silhueta naturalmente delineada, cuidado com esse tipo de cinto, pois corre o risco de criar ilusão de quadris maiores.
É mais usado com roupas que já são justas ou para destacar peças de cintura alta e marcada. Também fica lindo com cardigan.

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Médio

Serve para segurar aquela barriguinha fora de forma. Mas tome cuidado! Não aperte demais para não deformar a silhueta. Suas cores devem ser do mesmo tom da roupa ou bem próximo para não chamar atenção para o local que a gente quer esconder.

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

DE OLHO NA FIVELA…

A fivela super discreta não serve como um detalhe forte, mas a fivela decorada, de metal, colorida, com aplicações e em formas interessantes funciona como um acessório. Cuidado com cintos chamativos com fivelas chamativas, pois o look poderá ficar carregado.

JEITO CERTO PARA O CORPO CERTO
Onde usar o cinto? Na cintura ou no quadril?

Na cintura

  • Para quem tem corpo retangular (medida do ombro é igual à medida da cintura e do quadril), marcar a cintura no meio do corpo é ótimo pra criar ilusão de curvas. Se for muito magra, use no cós da calça.
  • Quem tem perna mais curta e o tronco longo pode marcar a cintura no lugar ou deslocar o cinto um pouquinho mais pra cima, mas tome cuidado para a blusa ou vestido não inflar na região dos seios.
  • Para quem tem o corpo no formato pêra (ombro menor que o quadril) o ideal é usar na cintura ou um pouco mais acima, logo abaixo do busto. Apenas tome cuidado para que a blusa não seja feita de um tecido muito estruturado, porque na hora de colocar o cinto por cima da blusa, pode-se acabar formando um “sino” bem na região do quadril fazendo-o aumentar!
  • Quem é muito baixinha deve evitar usar cintos MUITO largos, pois eles “cortam” o tronco, por isso prefira os médios ou mais fininhos.

No quadril

  • Quem tem seio maior e ombro mais largo (quadris estreitos!) pode usar à vontade o cinto mais para baixo
  • Quem tem o torso mais curto pode usar e abusar, pois o cinto lá embaixo acaba “deslocando” a cintura pra região do quadril e alongando o torso.
  • Quem é alta também pode aderir ao cinto no quadril.

CINTO TEM QUE COMBINAR COM A BOLSA E O SAPATO?

Hoje em dia? Não mais, o cinto, o sapato e a bolsa devem conversar com o look todo, e não terem mesma cor.

AFINAL DE CONTAS, ONDE FICA A CINTURA?

Muita gente acha que a cintura fica na altura do umbigo, na verdade, a cintura fica um pouco acima. Dificuldades? Fique de frente para o espelho e identifique na sua silhueta a parte mais fina do tronco, aí está sua cintura!

Bjsss!!

Fonte: M de mulher, Das gurias, Oficina de estilo, CGN, Blog legal e Fique nobre.


Read Full Post »